De que cor são feitos os sonhos?

Recentemente, a Terra dos Sonhos concedeu um desejo de sonho a uma menina de seis anos portadora de uma doença crónica, naquele que foi o primeiro projeto realizado pelo núcleo de Coimbra. 

O sorriso de Maria Inês brilha mais do que a tiara que lhe enfeita o cabelo. A menina, de seis anos, quase não precisava de ir ao cabeleireiro para ser transformada numa princesa. Mas foi um dos sonhos que quis concretizar. No sábado, a Terra dos Sonhos concedeu-lhe o desejo, naquele que foi o primeiro projeto realizado pelo núcleo de Coimbra.

Para a menina, portadora de uma doença crónica, a viagem de comboio que a levaria – a si, aos pais e às três voluntárias da Terra dos Sonhos – à Gare do Oriente, era apenas um passeio a Lisboa. Não sabia que o percurso de pouco mais de 200 quilómetros a levaria a um lugar onde “os sapos se transformam em príncipes e onde o mar é habitado por sereias”.

Depois de uma primeira paragem no cabeleireiro onde se “transformou” numa princesa”, Inês viveu aquele que foi um dos momentos mais intensos do dia. “Quero viver aqui o resto da minha vida”, dizia, de rosto colado a um dos vidros do aquário Vasco da Gama. Do lado de lá, um peixe palhaço, que fazia lembrar um outro, chamado Nemo, celebrizado num filme de animação.

No aquário, a pequena Inês viu as tartarugas e rendeu-se aos encantos dos cavalos-marinhos. Pôde ver sapos e tocar-lhes. E toda ela era felicidade. As horas passavam e era tempo de regressar. À saída, esperava-a outra grande surpresa.

Sem vedetismos

“Olá. Sabes quem sou?”. A pequena Inês está a alimentar os peixes quando é abordada por uma rapariga loura. Olha-a, lança um sorriso tímido e responde: “Diana Chaves”. Mas depois volta-se para terminar o que estava a fazer. “Pensava que era alguém vestido com o fato da Diana. Só acreditei quando ela me tocou”, diria mais tarde a menina.

A atriz disponibilizou parte do seu tempo para cumprir o sonho de uma criança e fê-lo sem pensar duas vezes. Esta foi, aliás, a parte do dia que ia correndo mal e que deixou as voluntárias da Terra dos Sonhos à beira de um ataque de nervos. A associação tinha contactado os protagonistas da série Lua Vermelha – Rui Porto Nunes e Mafalda Luís de Castro – com o intuito de os atores fazerem uma surpresa à Inês. O pedido foi aceite e agendado. Mas na véspera, à noite, o encontro foi desmarcado. Diana Chaves foi contactada logo pela manhã e, poucas horas depois, estava lá a cumprir um sonho. Sem vedetismos e com o encanto das pessoas simples.

O dia mais feliz

“Um sorriso vale tudo” é o lema da Terra dos Sonhos. Criada em Junho de 2007, já realizou perto de duas centenas de sonhos a crianças e adolescentes diagnosticados com doenças crónicas ou em fase terminal. O Núcleo de Coimbra iniciou a sua actividade em 17 de Março de 2010 e tem já várias equipas a trabalhar para trazer sorrisos aos rostos das crianças e jovens que mais precisam. O sonho da Inês foi o primeiro a ser concretizado, numa missão totalmente patrocinada por amigos anónimos da “Terra dos Sonhos”.

As pessoas envolvidas no projecto acreditam na força inspiradora dos pequenos momentos únicos, como motor de melhoria da qualidade de vida das crianças e dos familiares. Mesmo quando a capacidade de sonhar fica limitada pelas dificuldades impostas por uma doença. O dia de sábado foi a prova disso.

Na viagem de regresso, a felicidade de Inês era tanta que foi a única que resistiu ao cansaço. Mal sabia que em Coimbra a esperava a última surpresa do dia: foram-lhe oferecidas três tartarugas-bebé, com os nomes das voluntárias: Patrícia, Cristiana e Mariana.

A princesa de seis anos fechou os olhos e disse: “Foi o dia mais feliz da minha vida”. Um dia que teve a cor dos seus sonhos. “Laranja. É a minha cor preferida”. A mesma cor das canadianas que lhe amparam o andar. Inês tem espinha bífida, mas é uma lutadora. Sabe que, com ou sem as suas canadianas cor-de-laranja, pode chegar onde quiser. Basta querer. E sonhar.

Fonte: Diário “As Beiras”

Outras notícias

Os atuais Orgãos Sociais cumpriram o seu primeiro ano de mandato!

Agradecemos a todos os elementos da Direção, da Assembleia Geral e Conselho Fiscal bem como a todos os membros de Delegações, Núcleos e Representantes Regiobsoso trabalho voluntário que têm prestado à ASBIHP e o compromisso firmado dia após dia. A todas e todos o...

Apoio às escolas dos alunos com Spina Bífida e/ou Hidrocefalia

Na última semana reunimos com a EMAEI do agrupamento de escolas Patrício Prazeres, frequentado por um aluno com Spina Bifida. O apoio às crianças e famílias na promoção da inclusão escolar e na participação equitativa em contexto escolar destes alunos e a promoção dos...

Festa de Inverno da ASBIHP

Oriundos de Ourém, Almeirim, Arronches, Sines, Bombarral, Margem Sul e Lisboa, foram 20 os associados da ASBIHP (e ainda o Dinis na barriga da Soraia) que se juntaram a propósito da Festa de Inverno e assistiram ao jogo Benfica-Gil Vicente a convite do @slbenfica Que...